sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Conto do Imperador?

Essa do príncipe Phillip foi interessante, deixou a empresa Google numa situação complicada!

Acabei de ler que em visita a sede do site em Londres, o nobre, conhecido pelas muitas gafes (como diria minha professora, seria cumprir o princípio da função social cortar a língua de uns e outros, a dele não creio que seja necessário, quem sabe a turma do Google não resolve trabalhar um pouco mais?) soltou a seguinte, conforme o site AFP:

Príncipe Philip deixa o Google em apuros

LONDRES (AFP) — O marido da rainha de Elizabeth II da Inglaterra, o príncipe Philip, deixou em situação delicada a direção do Google durante uma visita do casal real à sede londrina da empresa, informa o jornal Times.

O príncipe, de 87 anos, foi recebido na sede da gigante da internet ao lado da soberana para uma visita durante a qual foram apresentados aos serviços da ferramenta de buscas, entre elas o aplicativo Google Earth.

A direção do Google usou como exemplo o palácio de Buckingham para mostrar com que precisão era possível ver os detalhes do edifício, as ruas ao redor e até mesmo os veículos.

O príncipe Philip, que não perde uma chance de fazer perguntas, indagou se era possível ver no monitor a área luxuosa relativamente nova em que se encontravam, na sede do Google.

Depois de alguns cliques no mouse, a tela mostrou a área ao redor de Belgrave House, onde fica a sede do Google, mas ... nenhum sinal do edifício.

Apareciam as ruas ao redor, mas no local da sede da empresa se via apenas um terreno baldio.

"É porque a foto foi feita em uma época onde aqui havia apenas um terreno", explicou o presidente do Google para a Europa, Oriente Médio e África, Nikesh Arora.

O príncipe Philip, duque de Edimburgo, é famoso pelas gafes e comentários não muito politicamente corretos.

Durante a visita ao Google se dirigiu a um funcionário que usava uma calça casual, um casaco com capuz e tênis esportivos, como vários colegas, e perguntou: "Voltando do jogging?".

Os comentários do príncipe já colocaram seu séquito em situações mais embaraçosas.

Como quando durante uma visita a Austrália em 2002 perguntou a um grupo de aborígenes: "Então, vocês continuam atirando lanças?".

Em 1986, durante uma visita oficial a China, disse a estudantes britânicos que faziam um estágio para não permanecerem por muito tempo, pois ficariam "com os olhos puxados".

*******

É, depois dessa, a única frase que me restou foi: "Entre o Brasil e a Inglaterra há uma coisa em comum: Governantes linguarudos." - E uma pausa para o café! Voltamos em breve com mais notícias!

Fonte: http://afp.google.com/article/ALeqM5jgD1hEvOY0HlVvUOrpG2_wpkiMwg


Um comentário:

marli disse...

OI MANDINHA QUERIDA AMEI SEU BLOG VOU VER TODOS OS DIAS PRA EU MATAR ASAUDADE DE VC QUANDO PUDER VEN ME VER TE ADORO MIGA SINTO SUA FALTA VC E IMPORTANTE PRA NMIN BJOS