quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Não condenem os inocentes



Estes dias no devocional, Deus me "ergueu no berro" rs como dizem por aí. E, decidi para o bem da nação compartilhar, rs.

Texto-base: Mateus 12.6-8

"Pois eu vos digo que está aqui quem é maior que o templo.
Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes.
Porque o Filho do Homem até do sábado é Senhor."

De que valem os preceitos se muitas vezes ignoro Quem é maior que o Templo?
Muitas, inúmeras vezes agi como um dos fariseus, ignorando a Presença do Senhor Jesus, condenando os inocentes e famintos. Agindo com base no legalismo hipócrita e fétido que só gera morte e não vida.

Senhor, me perdoe pelas muitas vezes em que ignorei Sua Presença, Sua Vontade, Seus Mandamentos, quando abracei o pecado e esqueci de Ti, dos inocentes, dos pequeninos, dos teus filhos e das almas a quem O Senhor teve compaixão desde antes da fundação do mundo.

Me perdoe porque dei valor aos "sábados e luas novas" me esquecendo de amar e servir meu próximo. Quantas vezes o Senhor ignorou minhas ofertas, pois me esqueci da Tua vontade, te servia pautada no meu egoísmo e orgulho, buscava a aprovação dos homens sem saber que só importava a Ti.

Me perdoe porque muitas vezes eu me esquivei das "esposas de Oséias", colocando diferença entre mim e o próximo. Criando barreira de ignorância e hipocrisia religiosa. Me afastando do que o Senhor mais amava. Me perdoe por pensar que as minhas leis eram para me justificar e condenar ao outro, sem levar em conta que muitas (em todas praticamente) eu era a ocupante do banco dos réus, exatamente a condenada.

Obrigada pela Sua missericórdia que revela quem eu sou.