quinta-feira, 4 de março de 2010

E conhecereis a Verdade..

Comecei a me questionar.


Por que ser religiosa?Porque não ser outra coisa qualquer além disso?Me é permitido e totalmente válido tais questionamentos.


Por certo que podem não me aceitar. Por certo que podem dizer: Este não é o teu lugar.Poder me dizer muitíssimas coisas. Mas, o homem não dirá o que vai ao coração de Deus e nem o que Ele plantou no meu.

Desde antes, desde cedo eu disse ao Pai: Eis-me aqui! Amor por outrem. Compadecer-se. Misericórdia. Partilha. Doação.

Se Ele me quiser como um mico de circo. É isso que eu serei. Mas, se a vontade Dele é me ter como uma de suas esposas. De suas filhas, eis-me aqui.Tudo começou com uma péssima motivação. Uma motivação extremamente errada.E converteu a mim, ao meu coração e a minha alma num outro caminho: O caminho da consagração.

Aos que me conhecem sabem bem que sempre fui adepta da "Vida consagrada", seja ela onde for.

Dentro de uma profissão:

_ Não roube um clips para si, a diferença entre um clips e um zilhão em pecúnia é nenhuma, ou seja, ambos tratam-se de roubo.

Dentro do casamento:

_ Não vou fantasiar com o ator de novela. Tanto isso quanto a infidelidade propriamente dita é errado e é infidelidade ao meu esposo.

Na vida:

_ Sede santos.

_ Sede sóbrios e vigilantes.

_ Dêem graças a Deus por tudo.

_ Andem como Jesus andou.

Acho que só o "Andem como Jesus andou" já resolveria todas as outras questões sobre santidade.O único problema são as definições de "andem como Jesus andou", quando partimos pro subjetivo, td passa a ter outros olhos.Todavia, o que ME interessa atualmente é andar como Ele andou bem de perto. Podendo partilhar com os outros a vida de Deus.


Partilhar a VIDA.

Viver a VIDA.

Evangelho da Liberdade. Mas, Liberdade de quem?

"E conhecereis a Verdade e a VERDADE vos libertará".

Mas, o mundo pergunta: Qual Verdade?O que você pretende dizer em relação à isso?Responderá como uma ovelha ou como um bode?

Pense...

Nenhum comentário: