domingo, 9 de maio de 2010

Shadowfeet



Hoje pela manhã olhei para meus pés, e pensei que meus pés não são pés de modelo, que muitas vezes não apenas me levam para os melhores lugares, mas também aos piores.
Pensei nas minhas mãos, que um dia precisaram ser seguradas quando eram minúsculas, para que eu não viesse ao chão, e me ferisse fisicamente, hoje quando não seguram nada ou tocam, normalmente são tocadas e novamente a seguram para que eu não caia, emocionalmente. Hoje elas buscam apoio também, mas as causas não vem de um joelho ralado, mas de um coração partido.
Não que isso seja puramente pessoal, não estou com o coração partido, mas penso de maneira genérica, que muitos o estão.
Olho então pro chão e vejo profundas pegadas...
Que não são minhas, mas que sigo sem pestanejar. E, quando me deparo com a escuridão e parecem que as pegadas somem, então sinto Suas Mãos me puxando... E Sua Voz direcionando a minha vida. Profundas pegadas que me atraem, fortes Mãos que me afagam, Doce Olhar que me revela profundidade em Seu amor.
Meu Mestre e Íntimo Amante, obrigada por me ajudar a perceber sua Vida e me ajude a partilhar a Sua Graça e Misericórdia.

Um comentário:

BLOG DA ROSE :) disse...

O Espírito Santo realmente me trouxe aqui esta manhã...eu precisava absorver cada uma destas palavras,áh;e obrigada pelo tão lindo comentário "temporal" que me deixou.Fiquemos atentas querida,sensíveis à voz do doce e tão quentinho Espírito Santo.
Áh,se não fora o seu cuidado...onde estaríamos nós???
Te amo,fique bem e com Ele sempre!Bjo!