terça-feira, 15 de junho de 2010

Desviando o vento!

Moça, Olha só, o que eu te escrevi
É preciso força pra sonhar e perceber
Que a estrada vai além do que se vê

Sei, que a tua solidão me dói
E que é difícil ser feliz
Mais do que somos todos nós
Você supõe o céu
Sei, que o vento que entortou a flor
Passou também por nosso lar
E foi você quem desviou
Com golpes de pincel

Eu sei, é o amor que ninguém mais vê
Deixa eu ver a moça
Toma o teu, voa mais
Que o bloco da família vai atrás

Põe mais um na mesa de jantar
Porque hoje eu vou "praí" te ver
E tira o som dessa TV
Pra gente conversar
Diz pro bambo usar o violão
Pede pro Tico me esperar
E avisa que eu só vou chegar
No último vagão

É bom te ver sorrir
Deixa eu ver a moça
Que eu também vou atrás
E a banda diz: - assim é que se faz.

 

Alem do que se vê – Los Hermanos.

 

É uma letra que dá pra interpretar de mil formas, mas, só postei ela aqui hoje, com os negritos, prq exatamente estes trechinhos me fizeram lembrar de uma menininha que andava cabisbaixa, e agora anda esfuziante! Como isso é legal!!!!!!!!

Ahhhhh isso merece um brinde!

Bom saber que formamos sempre uma turma de peso! (A parte do peso é só por minha conta ok, figura de linguagem para as demais kkkkkkkkkkkk)

Nenhum comentário: