sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Viver é…

Sabe do que eu gostaria hoje? De poder deitar na rede e contemplar o céu por um longo tempo. Foram muitos desafios para um único periodo de 18horas, rs. Mas, quer saber? Tirando a média de prós e contras, é muito bom poder rir de tudo. Até do que técnicamente não poderíamos.

No meio do dia você olhar pra pessoa que trabalha com você e soltar num tom extremamente desafinado: _ Amanhã de manhã, vou fazer um café pra nós dois…

É riso certo e ambiente descontraído, claro que só cantar não basta, pega o extrator de grampos pra fazer de microfone e improvisa a dança que é tiro e queda! Tipo assim:

E, claro, na vida nem sempre é possível cantar. Então, quando você se deparar com o que não conhece, ou, quando encontrar a dor insuportável da perda, da desesperança e da saudade a melhor coisa a fazer é

Meu amigo, por favor entenda, eu sei o que é a dor. Posso não conseguir mensurar a sua, mas também enfrentei os desafios que me couberam… lógico que quando eu realmente vejo a miséria da alma do homem eu não sei o que fazer e só posso ouvir e irei ouvir. Irei dar o meu melhor, quero ser toda coração e colo, serei tudo o que puder. Vem, sou um ombro, braços e mãos, sou olhos atentos, ouvidos atenciosos, colo aconchegante, abraço acolhedor… sou tua irmã! Diante do Deus que enfrentou todo tipo de dor humana que nós sequer sonhamos enfrentar, eu me postarei ao seu lado e direi: _ Senhor, to com essa criaturinha aqui e precisamos falar contigo… senta ao nosso lado que o papo vai ser longo. Quero ouvir tuas ideias e saber o que o Senhor pensa disso tudo…

Um comentário:

Diego Lopes disse...

Curti, Amanda...
Abraço!