quarta-feira, 16 de março de 2011

A obediencia à autoridade e os pamonhas da lei sem autoridade…



Marcos 1


V. 9 NAQUELA OCASIÃO JESUS VEIO DE NAZARÉ DA GALILÉIA E FOI BATIZADO POR JOÃO NO JORDÃO.


Jesus, o Filho do Homem, em Quem tinha autoridade pra batizar João. Jesus, Aquele que conhecia todas as coisas desde o princípio, que Tudo foi feito por Ele. Esse mesmo Jesus que conhecia as mazelas da alma humana, as hipocrisias, as incompreensões, os pecados, que conhecia o coração do próprio João. Esse Jesus que sabia de tudo sobre João,vai até João, e, em posição de humildade sincera e obediência total a Deus, como prova de sua condição humana, fez o que não precisava fazer por causa da sua condição divina.


Pediu para ser batizado.


Claro, isso pra mim soa como “ah, ele fez pra servir de modelo”. Soava, porque, de repente eu vi, que, Jesus conhecia o coração de João, ele poderia muito bem dizer: _ Vim te batizar rapaz, eu sou o Filho de Deus, cheguei e vou trabalhar...


E João saberia que isso era a verdade. Quem iria discordar?

Mas, Jesus contrariando o que todo mundo faria normalmente, considerou João superior a si mesmo, e respeitando a autoridade dada por Deus à João e sua função na terra pediu pra ser batizado e disse que nós também o fizéssemos “PRA ARREPENDIMENTO E PERDÃO DOS PECADOS” ou seja, eu que de fato sou humana, que tenho um coração orgulhoso e podre, eu PRECISO do batismo, pra abraçar a Fé em Jesus, iniciar a minha caminhada com Ele e externar que “Deus, eu to na fossa, só faço cagada, to de cara comigo mesma, arrependida! Me perdoe..!”


Outra coisa que me chama atenção nesse texto é:


V. 22 TODOS FICAVAM MARAVILHADOS COM O SEU ENSINO, PORQUE LHES ENSINAVA COMO ALGUÉM QUE TEM AUTORIDADE E NÃO COMO OS MESTRES DA LEI.

Toda vez, sempre e sempre, esse versículo sempre me atrai, antes eu pensava que os mestres da lei eram meio pamonhas, mas, hoje parei pra pensar no que seria essa autoridade.


A Autoridade não é necessariamente Poder sobre alguém ou algo, mas , influência, uma capacidade de influenciar pessoas, de atrair pessoas, na verdade a autoridade é um serviço, um meio de se doar. Quem ensina com autoridade ensina doando a si mesmo.


Perguntei pra Emilia o que ela achava que era autoridade, ela disse que era um “tipo de poder”. Então pensei “Os mestres da lei TEM poder, são autorizados por lei, tem uma capacidade jurídico-política que os diferencia, mas, eles não tem autoridade... porque senão o povo não ficaria maravilhado... ora bolas, o que é autoridade?”


O que diferenciava Jesus dos mestres da lei?


A forma com a qual Ele ensinava me fez refletir e querer descobrir o que raios é essa autoridade. E querer ser ensinada por Ele, justamente porque sua liderança é diferente da liderança dos pamonhas da lei...


_ Senhor, me ensina com a sua forma diferente de ser, quero aprender com você a viver. E quero te servir, aprendendo que o meu irmão a quem o Senhor deu autoridade, é meu superior e lhe devo obediência. Isso significa que quero aprender a respeitar as autoridade. E quero aprender a orar pela nossa presidente como autoridade máxima que o Senhor colocou sobre o nosso País. Eu não sei como orar e nem como obedecer, mas o Senhor sabia quando passou por aqui, me ensine como devo andar. Põe juízo em mim. Em teu Nome Jesus, Amém.