domingo, 19 de maio de 2013

De outros, tão meus.

Disse que cavaria e encontraria tesouros escondidos, não esperava, entretanto, encontrá-los sob minhas barbas ~não que eu as tenha~

Travo uma descoberta que a palavra espetacular não define, é uma daquelas coisas que a gente sente e dá pra dizer que evolui com elas, simplesmente se sente. O livro é “A Profecia Celestina” e o tesouro é esse texto que “bate” com a leitura da descoberta da Oitava Visão (e se não entender nada, sugiro que vá ler o livro hahaha).

Texto abaixo da sis Ella Jay,

Abaixo ao ser Humano (?)

Segundo os muitos milhões de dicionários e em qualquer idioma que se encontre, Humano significa “1. Do homem ou a ele relativo. 2. Bondoso, benfazejo, compassivo.”

Então, tantas vezes aqui comigo eu pensei: Nós seres humanos passamos frases e ideias como “menos humanos, mais ‘sei lá o que’” para as pessoas e elas nem se dão conta de que estão jogando fora todo um significado e desejando que haja cada vez mais “inumanidades”. O significado de bondade vai bem mais além do que ele diz, assim como o de ser humano.

Desejar que a humanidade não exista mais, é desejar que uma parte do que é bom seja demolida. Somos todos um conjunto com a natureza, os animais e os sentidos.

Não quero discutir semântica, muito menos ensinar padre a rezar missa, é apenas um texto de opinião, de sentimento.

Mas, Ser humano é algo que deveria deixar qualquer pessoa orgulhosa. Pois a maldade é criação daquele que não compreende. As pessoas não veem, mas somos todos animais. Dizem por ai: “Animal tem mais sentimento que ser humano. Animal é mais isso e aquilo”… Realmente não descobrimos que somos iguais!

Exemplo disso são algumas espécies de animais, insetos (etc.) que comem ou matam seus parceiros ou filhotes por instinto. O rito deles…
De certa forma o ‘homem’ criou o seu próprio instinto variável, e age conforme ele. (Não, não é certo), porém, da mesma forma que os animais, o ser humano também age pelo seu impulso. E também por impulso e falta de compreensão ele deseja que o resto de sua bondade seja extinta da face do universo, assim como, por instinto eles destruíram muita coisa. Regenere-se consigo mesmo. Somos todos seres de inteligência tão vasta, porque nós nos jogamos (e jogamos junto as outras pequenas e maiores coisas) entre pequenos abismos?

…A inteligência é uma dadiva de todo ser humano, assim como também dos animais. Evolui-la, e, não estagna-la em precipícios é uma escolha e percepção que dificilmente nos permitimos ter. O que nós somos afinal?

Elephantstardust.tumblr.com

Abraço, com algo indecifrável, tal como Amor, aos navegantes,

Panda.

Nenhum comentário: